Câmara de Comércio França Brasil

Notícias
  1. CCIFB
  2. Notícias
  3. Atualidades das Câmaras
  4. Matemático franco-brasileiro Artur Avila recebe Prêmio Personalidade 2017

Matemático franco-brasileiro Artur Avila recebe Prêmio Personalidade 2017

Nesta terça-feira (5), a Câmara de Comércio França-Brasil (CCIFB) homenageou o matemático franco-brasileiro Artur Avila, no edifício AQWA Corporate, zona portuária do Rio de Janeiro, em sua 17ª edição do Prêmio Personalidade. O evento, tem como objetivo homenagear brasileiros e franceses por contribuírem para o fortalecimento das relações entre França e Brasil em diversos setores. Neste ano, a premiação buscou ressaltar a importância da cooperação científica entre os dois países e estimular a aproximação do meio empresarial ao da pesquisa e inovação. 

"Fico honrado e feliz em receber este prêmio. Por um lado, reforça os laços entre a França e o Brasil na matemática, que sempre foram importantes para mim. Por outro, representa um reconhecimento da importância da pesquisa científica para a sociedade em geral. Seria muito bom se relações mais estreitas entre a indústria e o meio acadêmico fossem mais estimuladas”, disse Artur Avila ao receber o Prêmio Personalidade, entregue pelo presidente da CCIFB, Maxime Rabilloud. 

Antes da outorga do Prêmio, o evento contou com a realização de dois bate-papos. O primeiro entre Maxime Rabilloud e o jornalista de ciência do jornal O Globo, Cesar Baima. O segundo, uma entrevista do documentarista João Moreira Salles com Artur Avila. 

Durante a conversa com o presidente da CCIFB, o jornalista Cesar Baima comentou sobre os desafios científicos no Brasil. "Não se faz ciência sem investimento. O mínimo recomendado é o equivalente a 2% do PIB. No Brasil, nunca chegamos nesse patamar e não passou de 1,2%", disse Cesar, que ainda ressaltou a situação atual por conta da crise que o país enfrenta. "As estimativas estão em 0,5% do PIB. Alguns tipos de pesquisa sem dinheiro precisam voltar à estaca zero. Ciência não é gasto, ciência é investimento", destacou.

O cineasta João Moreira Salles, personalidade que contribui diretamente para o fomento da pesquisa e divulgação científica por meio do Instituto Serrapilheira, chamou atenção para o incentivo que a matemática precisa ter no Brasil. "A ciência não faz parte da imaginação brasileira. A ciência não faz parte da cultura brasileira. É uma porta fechada. Os gestores públicos não sabem da sua importância", apontou. 

Antes de receber o Prêmio Personalidade 2017, Artur Avila também comentou sobre a relevância do IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) em sua relação com a matemática e revelou que provavelmente teria feito outra graduação, como engenharia, se o órgão não existisse ou não tivesse conhecimento sobre o trabalho feito pelo Instituto. "É preciso ter política pública, mas o incentivo deve partir da sociedade inteira. A própria mídia tem autonomia para contribuir", ressaltou.

O Prêmio Personalidade deste ano representou um marco para a CCIFB dentro do seu programa de ações para estimular o diálogo entre o setor empresarial e os campos de estudo da ciência. O tema será uma das prioridades da instituição para 2018, período em que o Rio de Janeiro sediará o Encontro Mundial de Mulheres em Matemática e o Congresso Internacional de Matemáticos. 

O evento foi realizado com o patrocínio das empresas BNP Paribas, Total E&P do Brasil, Safran, Accor, Crédit Agricole, Cushman & Wakefield, EDF Norte Fluminense, ENGIE, GEFCO, GL events, Gouvêa Vieira Advogados, L'oréal Brasil, Med Rio Check-up, Michelin, Nissan, Servier, Siqueira Castro Advogados, Société Générale, Technip, Vinci Energies e Voltalia.

SOBRE O PRÊMIO PERSONALIDADE FRANÇA-BRASIL 

Criado em 2001, o Prêmio Personalidade acontece anualmente com objetivo de homenagear brasileiros e franceses por contribuírem para o fortalecimento das relações entre França e Brasil. Desde a sua concepção, a premiação já homenageou 20 personalidades, responsáveis por liderar iniciativas de aproximação entre os dois países, em diferentes campos de atuação: socioeconômico, político, ambiental, filantrópico, cultural e acadêmico. 

O evento é acompanhado por um jantar de gala para convidados, com menu tradicionalmente assinado por premiados chefs: Roland Villard, Frédéric Monnier, Roberta Ciasca e Flávia Quaresma. 

galeria/ACESSE NOSSA GALERIA DE FOTOS.

Rio de Janeiro

Voltar à lista