Câmara de Comércio França Brasil

Notícias
  1. CCIFB
  2. Notícias
  3. Atualidades das Câmaras
  4. Ministro da Educação anuncia na CCIFB-SP novo programa para unir empresas e universidades

Ministro da Educação anuncia na CCIFB-SP novo programa para unir empresas e universidades

Os empresários franceses e brasileiros que participaram do almoço convival realizado pela Câmara de Comércio França-Brasil com o ministro de Estado da Educação, José Mendonça Filho, receberam em primeira mão o anúncio de um novo programa para unir empresas e universidades. O programa, que será lançado em dezembro, tem como objetivo apoiar a ciência e a inovação no País.

“A iniciativa pretende utilizar um fundo contigenciável e vai funcionar para alem do orçamento”, explicou o ministro. “Desse modo, vai aproximar os projetos de pesquisa realizados pelo setor produtivo do conhecimento gerado nas instituições de ensino e pesquisa”, sinalizou. “Queremos apoiar e aproximar também jovens e cientistas”, disse Filho.

Thierry Fournier, presidente da CCIFB-SP, ressaltou em nome dos empresários presentes a importância desses projeto e as oportunidades de compartilhamento de informações, inovações e tecnologias que podem ser realizadas em parceria com o setor produtivo. “Temos o maior interesse em atuar em conjunto para fomentar ações efetivas na área da educação”, enfatizou Fournier.

O ministro apresentou índices sobre os investimentos no setor de educação no Brasil e os principais desafios. “Hoje, cerca de 6% do PIB é investido na área. O valor é similar com o de países que estão muito mais avançados. O nosso problema não é a falta de investimento, mas a dificuldade em realizar uma gestão eficiente na cadeia como um todo”, sinalizou Filho.

Entre as ações da agenda de mudanças do governo, o ministro destacou o novo Ensino Médio. “Trata-se de maior mudança dos últimos 20 anos. Criamos uma nova estrutura, valorizando o protagonismo juvenil, novos cursos técnicos profissionalizantes com o grande desafio de tornar o Ensino Médio mais eficiente e atrativo para os jovens”, concluiu Filho.

São Paulo

Voltar à lista