Câmara de Comércio França Brasil

Notícias
  1. CCIFB
  2. Notícias
  3. Atualidades das Câmaras
  4. Prefeitura e empresas francesas reforçam parcerias na cidade de São Paulo

Prefeitura e empresas francesas reforçam parcerias na cidade de São Paulo

A comunidade empresarial francesa e a CCI França Brasil (SP) têm sido decisivas no apoio à Prefeitura de São Paulo para o desenvolvimento dos programas de parceria com a iniciativa privada para a revitalização do município. Um projeto desenvolvido por cerca de 30 companhias francesas promete transformar o famoso Largo do Arouche, no centro da cidade, em um ambiente charmoso, agradável e com toque francês.

As parcerias entre a Prefeitura de São Paulo e o setor privado foram os pontos centrais debatidos na Comissão de Infraestrutura da CCI França Brasil (SP), em evento realizado no dia 13 de dezembro de 2017. O encontro contou com as ilustres presenças do Sr. Wilson Poit, Secretário Municipal de Desestatização e Parcerias, e do Sr. Marcos Penido, Secretário Municipal de Serviços e Obras.

Poit ressaltou que um dos principais objetivos de toda a administração de São Paulo é estabelecer projetos de privatização, concessão e Parceria Público-Privada (PPP) em áreas que não são essenciais ao cidadão e que são altamente atrativas para o capital privado. 

“A proposta é reduzir o tamanho do estado e atuar de forma consistente e sustentável naquilo que é mais essencial à população, como saúde, habitação, segurança e educação, e deixar à iniciativa privada os investimentos necessários nas demais áreas com a respectiva exploração dos serviços”, comentou Poit. 

O programa de concessão apresentado por Poit engloba parques da cidade, o complexo do Pacaembu, o sistema de bilhetagem, os terminais de ônibus, os mercados públicos e os cemitérios. “Todas essas áreas possuem um enorme potencial de exploração da iniciativa privada”, destacou. “Já nas privatizações, a prefeitura está em processo de venda dos ativos imobiliários, da SPTuris, com o complexo do Anhembi, e do autódromo de Interlagos”, acrescentou.

A prefeitura também estrutura um modelo de PPP para a gestão de resíduos e limpeza pública, para a moradia social e para o sistema de iluminação. “Ou seja, nossa meta é fomentar o desenvolvimento econômico a partir das parcerias com o setor privado e aplicar os recursos arrecadados apenas nos serviços essenciais”, disse Poit.

Entre as parcerias apresentadas pelo secretário de Serviços e Obras, Sr. Marcos Penido, destaca-se o projeto de enterramento de fios e cabos na cidade. “Na verdade, estamos em desenvolvimento da primeira fase deste projeto, que terá 52 quilômetros de fiação subterrânea no centro de São Paulo, cujo trabalho vem sendo desenvolvido em parceria com a concessionária de energia e com as empresas fornecedoras de equipamentos”, comentou.

Outro projeto de parceria envolve a recuperação das 32 pontes das duas marginais, com a manutenção dos canteiros nas proximidades. O investimento total será de R$ 300 milhões. “Neste caso, as empresas apoiadoras terão espaços para publicidade nas imediações dos pontos considerados estratégicos de visibilidade na cidade”, explicou Penido. 

São Paulo

Voltar à lista