Varejo brasileiro: Carrefour tem maior faturamento, aponta ranking

As perspectivas para o varejo brasileiro de 2019 são otimistas . É o que revela especialistas em um recente evento realizado pela Credz no início do ano.

No evento, o ex-ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega, afirmou que o cenário positivo deve-se a um conjunto de fatores. São eles: aumento do consumo das famílias, geração de novos postos de trabalho e elevação da massa salarial.

Além disso, Nóbrega afirmou que o mercado registrará um avanço no volume de concessão de crédito. “Há um clima de confiança tanto no empresariado quanto nos consumidores”, disse o ex-ministro da Fazenda.

Projeções realizadas pela Associação Comercial de São Paulo, indicam que o segmento de supermercados, farmácias e artigos de uso pessoal que contribuirão para o cenário otimista do varejo brasileiro.

Essas projeções podem ser confirmadas através do ranking de faturamento no varejo brasileiro, recentemente divulgado na mídia.

Carrefour tem o maior faturamento do varejo brasileiro em 2018 com R$56,3 bilhões

Um ranking do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR) divulgou as 120 empresas com maior faturamento no varejo brasileiro. Quem ficou no topo foi o Carrefour, associado institucional da Câmara de Comércio França-Brasil São Paulo (CCIFB-SP), com faturamento anual de R$56,3 bilhões. Na sequência, estão GPA, Via Varejo, Walmart (atual Grupo BIG) e Lojas Americanas.

Juntas, as 120 empresas representam um faturamento anual de R$254 bilhões. Esse valor representa quase 30% do total gasto pelos brasileiros no varejo de bens. Com o PIB brasileiro na casa dos R$5,6 trilhões, as famílias consomem R$4,4 trilhões anualmente e, destes, R$1,2 trilhões vai para o varejo de bens.

No total das vendas do varejo, o segmento que se destaca é o de hiper e supermercados, bebidas e fumo, com 33,8% do total – não é a toa que três empresas desta categoria estejam entre os cinco maiores faturamentos. Em seguida, o segmento de veículos, motos, partes e peças representa 25,9% das vendas, acompanhado de tecidos, vestuário e calçados, com 9,6%.

Além de Carrefour, GPA, Via Varejo, Walmart e Lojas Americanas, também ocupam o top 10 de faturamento as empresas Magazine Luiza, Raia Drogasil, Renner, Drogarias DPSP e Guararapes.

Ranking de faturamento por segmento

A pesquisa trouxe, ainda, os campeões em faturamento por segmento. Dentre os hiper e supermercados, Carrefour, GPA e Walmart vieram acompanhados de Cencosud e Dia, 11º e 12º no ranking geral, respectivamente. Dentre os vendedores de eletroeletrônicos e móveis, Via Varejo e Magazine Luiza encabeçaram a lista que traz Máquina de vendas, Lojas Cem e Fast Shop na sequência.

Em Moda e Esporte, além de Renner e Guararapes, Havan (13ª no geral), Pernambucanas e C&A se destacam em faturamento . O top 3 de fast-foods traz Mc Donald’s, Habib’s e Burger King. No ranking geral, a categoria não faz tanto sucesso quantos os supermercados, por exemplo. Mc Donald’s está em 25º, Habib’s em 40º e Burger King em 42º. Na frente dos dois últimos está a Cacau Show,  em 31º na lista geral. A empresa também está no topo da lista de lojas especializadas, seguida de Kalunga e DPaschoal.

 

Fonte: IG Economia

^