Como as emoções impactam ainda mais nesta nova era?

As emoções são sinais. Você presta atenção em sinais como, por exemplo, sudorese, palpitação e dores gástricas?”. Esse foi um dos primeiros questionamentos de Valéria Barros, psicóloga e Head de design de Transformação e Inovação na Aceleradora de Inovação Corporativa “Worth a Million”. Valéria participou da Comissão Mundo do Trabalho da Câmara de Comércio França-Brasil (CCIFB-SP), no dia 23 de setembro, e destacou as quatros tensões que mais costumam afetar o dia a dia das pessoas. O último encontro debateu a importância do papel ativo da liderança no trabalho remoto e pode ser lido aqui.

 

A primeira tensão é a certeza que todos buscam versus o caos. Segundo Valéria, a transformação que passamos da interação analógica-mecânica para uma interação eletrônica-digital gerou e gera diferentes reações. Valéria destacou, ainda, os impactos da mudança de um pensamento linear para um pensamento exponencial. A segunda tensão é o conforto nas decisões versus a velocidade exigida. Para Valéria, é notória a dificuldade em conciliar a exigência de tomada de decisão sem um tempo necessário de reflexão e melhor entendimento do assunto.

 

A terceira tensão envolve a simplicidade versus a complexidade. A psicóloga destaca a ampliação das vozes, o foco em experiências e as jornadas individualizadas. A quarta tensão apontada é a do bem-sentir versus o modo automático. De acordo com Valéria, vivenciamos uma transformação das convenções e regras institucionais para uma sociedade líquida, que oferece uma abundância de escolhas.

 

Não à toa, para a psicóloga, as emoções importam porque elas impactam a atenção, a memória, a aprendizagem, a tomada de decisão, a qualidade dos relacionamentos, a saúde física e mental, o desempenho e a criatividade. Segundo ela, é essencial nomear as emoções, saber expressar as emoções e conhecer os gatilhos para poder lidar em diferentes situações. Entre as boas práticas, Valéria destacou: meditação e atenção plena, fazer um diário de emoções, fazer pausas para um chá ou um café, criar e cultivar um hobby, caminhar, fazer terapia e análise e desconectar-se das redes sociais por um período.

 

Algumas referências de aplicativos e sites indicados pela especialista:

Mood Meeter: https://moodmeterapp.com/

Calm: https://www.calm.com/

Headspace: https://www.headspace.com/pt

Insight Timer: https://insighttimer.com/br

^