Para Mulheres na Ciência 2019: programa da L’oréal Brasil, em parceria com UNESCO e ABC, premia cientistas em cerimônia

Na última semana, dia 10 de outubro, sete jovens cientistas brasileiras foram premiadas na 14ª edição do programa Para Mulheres na Ciência, em uma cerimônia realizada na Casa Firjan, no Rio de Janeiro. O projeto, desenvolvido pela L’Oréal Brasil, em parceria com a UNESCO e a Academia Brasileira de Ciências (ABC), tem como objetivo garantir a igualdade de gênero na área científica, dando mais visibilidade e condições para que as cientistas possam desenvolver suas pesquisas. As vencedoras do prêmio receberam uma bolsa-auxílio no valor de R$ 50 mil cada para dar continuidade aos estudos.

Segundo An Verhulst-Santos, presidente da L’Oréal Brasil, a iniciativa de premiar e reconhecer as cientistas é necessária, pois, no mundo inteiro, só 30% das pesquisas científicas são feitas por mulheres e apenas 10% alcançam cargos de liderança na área. “Esse prêmio é muito importante para nós, porque acreditamos – e é comprovado – que a diversidade nas equipes traz mais criatividade e ajuda a ciência a resolver os grandes problemas no mundo”, explicou a presidente.

Também estiveram presentes na cerimônia o físico e presidente da ABC, Luiz Davidovich, assim como Marlova Noleto, diretora e representante da UNESCO no Brasil, que ressaltou em seu discurso os desafios da carreira científica, em especial para as mulheres: “O prêmio Para Mulheres Na Ciência é uma resposta a todos esses desafios. Nós comemoramos com alegria os 21 anos de parceria com a L’Oréal e os 14 anos do prêmio aqui no Brasil, que tem permitido alavancar a carreira de centenas de jovens talentos no Brasil e no mundo”.

Vencedoras do prêmio comemoram reconhecimento do trabalho 

Na edição deste ano, o programa Para Mulheres na Ciência recebeu 508 inscrições de mais de 20 universidades brasileiras, e os projetos foram avaliados e selecionados por uma comissão julgadora formada por cientistas de diversas áreas. As ganhadoras da 14ª edição do prêmio foram: Adriana Folador, Aline de Miranda, Josiane Budni, Patrícia de Medeiros, Marina Trevisan, Jaqueline Mesquita e Taícia Fill.

“Esse prêmio veio para nos mostrar que estamos no caminho certo e que devemos seguir com  a nossa pesquisa. Temos potencial para fazer diferente na ciência e essa conquista é importante principalmente por sermos mulheres”, celebra Josiane, vencedora na categoria Ciências da Vida, por sua pesquisa sobre sono e a doença de Alzheimer.

Para Adriana Folador, que investiga a resistência a antibióticos na região da Amazônia, estar entre as vencedoras é uma realização profissional: “É uma alegria indescritível e realização profissional muito grande. E agora, com a premiação da L’Oréal, temos uma responsabilidade muito grande em dar um retorno para a sociedade com as nossas pesquisas”.

A cerimônia foi transmitida ao vivo pela página do programa Para Mulheres na Ciência no Facebook e pode ser assistida no link abaixo. Confira o vídeo.

Saiba mais sobre as vencedoras do prêmio e conheça suas pesquisas!

^