Rio de Janeiro Comissões

Comitê de D&I da EDF Brasil promove palestra de conscientização pelo Dia da Consciência Negra

 

Conduzido pelo especialista Jaime Almeida, o encontro abordou temas como o racismo estrutural e suas consequências para a sociedade

 

Na semana do Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de novembro, a EDF Brasil reuniu colaboradores de todas as unidades para uma palestra em prol da diversidade, nesta terça-feira (21). Apresentada pelo especialista em cultura, diversidade e inclusão Jaime Almeida, a conversa gerou uma importante troca de experiências.

O executivo apresentou um panorama histórico das desigualdades raciais no Brasil, marcado por séculos de escravidão e falta de oportunidades à população negra, como acesso a estudo, terras e até saneamento básico, o que gerou impactos visíveis até os dias de hoje. “Nós ainda temos a cor da pele como um marcador social”, afirmou o palestrante, que é vice-presidente e sócio de Diversidade e Inclusão no FESA Group – empresa especializada em recrutamento e seleção, professor de MBA na Universidade de São Paulo (USP) e membro do conselho da ONG Casa José Coltro, na comunidade do Capão Redondo, em São Paulo.

Diante desse cenário, como explicou, negros são maioria entre a população desocupada e no mercado de trabalho informal. Na outra ponta, são minoritários nos cargos de gerência e no quadro executivo das empresas, o que reflete nas remunerações mais baixas. “As pessoas estão mudando, mas dentro das empresas, não mudam tanto assim”, avaliou, reforçando a necessidade de ações afirmativas em prol de mulheres e pessoas negras, além de políticas com metas e ações planejadas. “No Brasil, para uma pessoa negra é difícil acessar espaços do trabalho. À medida que os diferentes marcadores sociais se somam, as barreiras sobem e se tornam muito mais impactantes”, concluiu.

A EDF Brasil acredita que a diversidade e a inclusão racial não só são fundamentais para uma sociedade mais justa, mas também para a construção de ambientes corporativos mais igualitários. A celebração da Consciência Negra promovida internamente com esse evento, que trouxe tanta reflexão e aprendizado sobre questões inadiáveis, faz parte dos temas definidos pelo Comitê de Diversidade & Inclusão para 2023: Gênero, Raça e Cultura.

 

LIVRO “PEQUENO MANUAL ANTIRRACISTA” FAZ PARTE DA AÇÃO DE CONSCIENTIZAÇÃO

Como parte da iniciativa, também foram sorteados, via site de sorteio on-line, dez exemplares do livro “Pequeno manual antirracista”, de Djamila Ribeiro, entre os colaboradores.