Brasil mantem a posição de maior parceiro comercial da França com 21% dos negócios

Levantamento realizado pelas Aduaneiras Francesas e MDIC mostra a lista com os principais produtos exportados pelos países  

A Câmara de Comércio França-Brasil de São Paulo (CCIFB) acaba de compartilhar os dados divulgados pelas Aduaneiras Francesa e pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) sobre a relação comercial entre os dois países. O levantamento mostra que o comércio entre França e Brasil atingiu 7,2 bilhões de euros em 2019, uma queda de -4,5% em comparação com os 7,5 bilhões de euros registrados em 2018.

Já as exportações francesas para o Brasil atingiram 4,1 bilhões de euros em 2019. O Brasil passa a ser 24º parceiro comercial da França, em 2018 ocupava a 21º posição. O estudo mostra que as importações representaram 3,1 bilhões de euros em 2019, nível ligeiramente superior ao de 2018, tornando o Brasil o 36º maior fornecedor da França. Em 2018, ocupava a 33º posição.

Apesar das quedas, o Brasil é de longe o maior parceiro comercial da França na América Latina, com 21% do comércio, superando o segundo país parceiro, o México. De acordo com os dados, a balança comercial permanece excedente para a França em 1,1 bilhão de euros em 2019, quando comparado com 1,5 bilhão de euros registrados em 2018. O Brasil representa, portanto, o 12º maior superávit entre os parceiros de negócios.

Dados apresentados pelo MDIC mostram que as trocas bilaterais entre a França e o Brasil somaram US$ 6,1 bilhões em 2019 em comparação com US$ 6,6 bilhões em 2018. As exportações francesas para o Brasil totalizaram US$ 3,5 bilhões, enquanto as exportações brasileiras para a França atingiram US$ 2,6 bilhões. Ainda de acordo com o MDIC, a França é o 19º cliente (ocupou a 23º posição em 2018), e o 12º fornecedor (ocupou a 9º em 2018).

Perfil das exportações entre os dois países: 

pastedGraphic.png

pastedGraphic_1.png

^