Como facilitar a negociação e aumentar o valor de venda da sua empresa!

Artigo escrito por Gisah Sá, sócia da Chenut Oliveira Santiago.

Normalmente o processo de compra de uma empresa envolve uma auditoria prévia tanto do ponto de vista jurídico quanto do ponto de vista financeiro por parte dos possíveis compradores, ocasião na qual eles requerem diversos documentos e informações para investigar o atual cenário da empresa, seus passivos, seus ativos e questões que eventualmente possam estar irregulares e que impactariam no preço de compra ou mesmo na decisão de comprar ou não essa empresa. Todos esses procedimentos sempre foram habitualmente conduzidos pelos compradores visando aos seus interesses na compra de uma empresa, mas como os vendedores de uma empresa podem se preparar para todo esse processo de compra, incluindo uma das partes mais importantes do processo, a auditoria?

No sentido do acima, tem-se percebido no mercado uma tendência cada vez maior de preparação por parte também dos vendedores ao processo de compra/venda de uma empresa. Atualmente muitas empresas têm optado por realizar prévia ou concomitantemente à auditoria realizada por parte dos compradores, a sua própria auditoria para a venda da empresa. Sim, os próprios vendedores realizam uma auditoria na sua própria empresa com o intuito de investigar eventuais entraves ou mesmo pontos favoráveis à venda da empresa. Assim a empresa é analisada sob um prisma diferente, o da venda, e os vendedores têm a oportunidade de entender os pontos altos e baixos da empresa para o pretendido processo de venda e devidamente prepará-la, organizá-la e mesmo buscar soluções antes mesmo das questões serem apontadas pelos compradores.

Faz-se importante ressaltar que a auditoria por parte dos vendedores é algo independente e que visa tão somente analisar e organizar a empresa a ser comprada, bem como, principalmente, preparar os seus vendedores com amplo conhecimento jurídico e financeiro de pontos relevantes em uma venda e que talvez eles mesmos nem conhecessem. Com esse conhecimento prévio, os vendedores da empresa passam a ter maior domínio nas negociações ao conhecer o que pode ser apontado e, assim, ter maior poder de barganha no preço final de venda/compra. Neste sentido, os vendedores conseguem analisar e alinhar previamente, com a devida calma, até onde podem aceitar questões jurídicas e financeiras propostas, que tipos de garantia conseguem ou não fornecer, e diversas outras questões que impactam não apenas diretamente, mas indiretamente no preço de compra/venda da empresa.

Do ponto de vista jurídico e financeiro, se o vendedor já conhece grande parte dos seus pontos fracos pode, nos casos possíveis, regularizar situações ou, quando não é possível solucionar os passivos identificados, conhecer melhor os casos para que estes passivos não sejam superdimensionados e possam afetar demais o preço quando, jurídica e financeiramente, nem representariam um grande passivo se analisados previa e calmamente.

No mais, por mais organizada e auditada que possa estar uma empresa, realizar uma organização e auditoria desta sob a ótica da sua venda traz uma análise diferenciada. Muitas vezes os gestores e vendedores acreditam que a empresa está jurídica e financeiramente organizada por estes entenderem a logística que ocorre no dia a dia desta, mas essa empresa estaria devidamente organizada e regularizada também do ponto de vista de um terceiro? Os procedimentos padrão de mercado são os que são utilizados? Isso tudo impacta na imagem que a empresa passa ao ser auditada por parte dos compradores, influenciando diretamente no preço de venda desta.

Em suma, não há que se falar em desvantagens na realização de auditoria jurídica e financeira por parte dos próprios vendedores por entender-se que o investimento realizado é diretamente revertido em benefícios para a empresa e muitas vezes também diretamente no seu preço de venda, além do mais, pelo conhecimento adquirido, os vendedores se apresentam muito mais preparados para o exaustivo processo de negociação que envolve a venda de uma empresa.

^