Nota em memória a Jean-Pierre Simonnot

Dinamismo e contribuições ao estreitamento das relações França-Brasil marcaram a gestão de Simonnot à frente da presidência da Câmara

 

Em meio a um conturbado cenário político e econômico, a década de 80 representou um marco no Brasil com a abertura do país ao capital estrangeiro e o fim da ditadura militar. No mesmo período, Jean-Pierre Simonnot esteve à frente da presidência da Câmara de Comércio França-Brasil do Rio de Janeiro. Representante do Banque Paribas, que mais tarde se tornou Grupo BNP Paribas, Simonnot assumiu o cargo na Câmara em 1983, e apesar dos desafios da época, sua gestão é marcada pelo dinamismo e contribuições ao estreitamento das relações França-Brasil.

Sob sua liderança, a Câmara de Comércio passou por uma renovação tanto na parte de infraestrutura, através de reformas e da aquisição de novos equipamentos, quanto nas ações para estimular o desenvolvimento de negócios das empresas francesas instaladas no país e ampliar relações bilaterais.

“Com eficiência e dinamismo, Simonnot se aproximou do setor empresarial e estreitou as relações da Câmara com autoridades francesas, tendo como objetivo ampliar o fluxo de negócios”, conta Antônio Alberto Gouvêa Vieira, atual membro da diretoria da CCIFB-RJ, presidente da instituição entre 1994 e 1997.

“Foi uma contribuição ampla e curta. Ele tinha aptidão para ser presidente e orgulho em representar a Câmara. Instituiu o club d’affaires, recepcionou líderes de empresas francesas em visita ao Brasil, autoridades, como ministros franceses, e em 1985, o então presidente da França, François Mitterrand; encontro no qual tive a oportunidade de participar e que Simonnot me apresentou de forma muito gentil, como un ami de la France”, recorda.

Christian Botto, atual Presidente do Comitê France-Brésil Région Provence-Côte d’Azur, relembra a inovação da ação conjunta, em 1985, em Marselha, da operação Journées économiques France-Brésil. “Uma vídeo-transmissão via satélite – rara naquela época – reuniu empresas francesas e brasileiras na presença de nossos Embaixadores específicos. Graças à cooperação de Jean-Pierre Simonnot, essa importante manifestação pôde ser realizada”, conta.

Dinamismo e inovação são características também destacadas por François Dupuis, diretor da Câmara na época da gestão de Simonnot. “Ele tinha uma visão dinâmica, sempre com foco à frente e muito positivo. Confiava em nosso trabalho”, ressalta.

De acordo com Dupuis, os encontros de negócios (club d’affaires) ampliaram-se e no início de cada reunião, um tour de table era feito. “Cada membro falava sobre seu setor e atividade. Era muito interessante e na época permitia um panorama econômico do Brasil, com trocas entre os presidentes das empresas”, conta.

As contribuições de Simonnot não se restringiram a área econômica e de negócios, e incluíram também o setor cultural. “Organizamos uma semana da França no Brasil com apoio da Associação Comercial e montamos uma exposição sobre Pablo Picasso no Paço Imperial. Foi um grande sucesso, com registro de meio milhão de visitantes. Projetos que contaram com apoio de empresas franco-brasileiras”, revela Dupuis.

Michel Provost, ex-diretor da CCIFB do Rio e atual membro do Conselho de Administração, lembra do apoio de Simmont no início de sua trajetória no Rio de Janeiro. “Ele me orientou em minha nova vida profissional no Rio, compartilhando todo seu conhecimento do Brasil comigo. Nunca me esqueci dessa figura emblemática, e Jean-Pierre foi e ficará para mim como uma pessoa muito especial”, conta.

Patrick Sabatier, membro da Diretoria e do Conselho de Administração da CCIFB no Rio de Janeiro, ressalta sua personalidade cativante: “Um bom humor inerente ao corpo e ao coração, um olhar sempre brilhante e benevolente, um homem fortemente comprometido com nossa Câmara! Penso em sua esposa, seus filhos. Boa viagem, Jean-Pierre!”

Jean-Pierre Simonnot faleceu no dia 21 de abril. Nossa equipe, membros da Diretoria e do Conselho de Administração reiteram condolências à família e aos amigos, lembrando da importância de Simonnot na trajetória da instituição, que o abrigará em sua história e memória como presidente de honra da Câmara de Comércio França-Brasil.

 

(Galeria de fotos: arquivo Christian Botto. Operação Journées économiques France-Brésil, Marselha, 1985)

^