Brasil pode se beneficiar da política comercial de Joe Biden, afirma Aluisio de Lima-Campos

De acordo com o professor da American University, Aluisio de Lima-Campos, também presidente do ABCI Institute, o Brasil está caminhando na direção certa para fomentar as relações comerciais entre os dois países. Para ele, o retorno oficial dos EUA ao Acordo de Paris é muito positivo, pois também coloca em evidência a questão dos créditos de carbono que podem beneficiar o Brasil.

Lima-Campos participou de live da comissão de Comércio Exterior da Câmara de Comércio França-Brasil (CCIFB-SP), no dia 22 de fevereiro, direto dos EUA. O especialista destacou que uma das principais mudanças da política comercial de Joe Biden é que será focada em dois pilares: o meio ambiente e trabalho, enquanto na gestão anterior, o foco era na balança comercial e na redução do déficit.

Segundo Lima-Campos, haverá uma mudança também de linguagem, que passará de uma linguagem direta para uma mais política e diplomática. As indicações de Katherine Tai, como representante Comercial dos EUA, e de Gina Raimondo para o cargo de secretária de Comércio dos EUA, também foram sinalizadas pelo professor como possíveis mudanças na relação com a China, bem como com outros países.

Sobre um olhar para o futuro próximo, o professor ressaltou que o protecionismo deve continuar. Afirmou, ainda, que o novo estímulo econômico que está para ser anunciado por conta da pandemia da COVID-19 pode aumentar ainda mais os subsídios em setores como, por exemplo, o agrícola, bem como impactar acordos já firmados com a Organização Mundial do Comércio (OMC).

^