Como praticar uma comunicação humanizada

No período de pandemia, a liderança digital e comunicação corporativa aproximam organizações e colaboradores

“Mais do que nunca precisamos falar da comunicação e tratá-la de forma humanizada, próxima e transparente”. A avaliação é de Glauce Ferman, Diretora de Comunicação e Marcas para Michelin América do Sul e Coordenadora da Comissão de Comunicação da CCIFB-RJ, ao abrir o webinar realizado no dia 21 de maio sobre o papel da liderança digital e da comunicação corporativa em tempos de pandemia. De acordo com a profissional, a comunicação humanizada deve refletir pontos-chave como a capacidade de interação da empresa com diferentes públicos,  a viabilidade para abordar temas sensíveis, e mostrar-se aberta a vulnerabilidades de interlocutores, opiniões e ideias distintas.

Como resultado, essa prática tem aproximado as organizações de seus colaboradores, servindo como uma ferramenta para enfrentar os atuais desafios. “É muito mais fácil tornar a comunicação humanizada como uma prática quando a empresa tem uma cultura de transparência. Se a organização ainda não desenvolveu a confiança com seus stakeholders terá dificuldades”, alertou Glauce.

As empresas francesas Pierre Fabre e EDF Norte Fluminense são exemplos de organizações que geram valor como confiança e transparência para engajar colaboradores. “Nosso posicionamento sempre foi de muita proximidade, por meio da escuta ativa, aplicação de pesquisas e promoção de encontros para ouvir os times e direcionar as ações”, compartilhou Renata Mallet, Diretora de RH no Grupo Pierre Fabre.

Já a EDF busca ampliar a proximidade com os colaboradores do Grupo por meio de várias ações em curso, como o programa “Energia para transformar” e a campanha “Unidos por uma mesma energia”, iniciativa que contou com a produção de um vídeo para traduzir o que o Grupo está enfrentando no momento atual para continuar a levar energia a mais de 4 milhões de pessoas por meio das suas usinas. “O vídeo surgiu como uma ferramenta para mostrar ao colaborador o papel importante de cada um diante do objetivo de manter as atividades da EDF essenciais à sociedade”, explicou Emmanuelle Missire, Diretora de RH, Comunicação e QSMA da EDF Norte Fluminense.

A live contou com a mediação de Xavier Leclerc, Curador e diretor de vendas da MOX Digital e Coordenador da Comissão Digital da CCIFB, e Ana Paula Tavares, fundadora e CEO da Agência Aporama Marketing, integrante da mesma Comissão da Câmara.

 

Quatro dicas para implantar uma comunicação humanizada em sua empresa

– Fornecer contexto: explique e forneça informações ao seu público.
– Evitar surpresas: crie cenários e antecipe situações.
– Ser consistente no conteúdo e no processo de comunicação: a fala do líder deve apresentar coerência sempre.
– Trabalhar com expectativas reais, sem promessas que não possam ser cumpridas ou pareçam incertas.

^