Kantar Health discute perspectivas para a gestão de saúde no Brasil

Foi-se o tempo em que a experiência do médico era fator determinante na tomada de decisões a respeito de um tratamento para o paciente. A partir da década de 40, o estudo das doenças, com maior rigor científico, possibilitou o avanço das tecnologias na área médica e as situações passaram a ser resolvidas com base em provas ou evidências.

A informação foi compartilhada pelo médico e CEO da Kantar Health Evidências no Brasil, Dr. Otávio Clark, convidado da última Comissão de Saúde da Câmara de Comércio França-Brasil, realizada no dia 10 de dezembro, na sede da entidade. O encontro teve como temas principais a incorporação de novas tecnologias no SUS e gestão da saúde suplementar no Brasil.

Clark citou que é muito difícil trabalhar com a racionalidade dentro dessa área da saúde. “O paciente tem sempre esperança e quer resultados”, opina. Basta ver as repetidas matérias do programa Fantástico e as capas da Revista Veja, com reportagens que sugerem “a cura do câncer”, por exemplo. “A Veja fala do assunto desde 1972 e a medicina ainda está longe disso”, esclarece o médico.

O palestrante explicou que a medicina baseada em evidências, que surgiu na década de 90, exige provas de que um medicamento funciona, defina qual o valor do tratamento e aponte as diferenças desta tecnologia entre os comparadores do mercado. Para o paciente, o que agrega valor à uma intervenção na saúde é o quanto de sobrevida ele vai ter, a qualidade de vida e o conforto. “Quando a pessoa vai ao médico ela tem 3 objetivos: viver melhor, viver mais e ficar curado”, explica Clark.

A avaliação de tecnologias de saúde foi criada para dar objetividade aos processos. A empresa que quer fornecer ao SUS e ao mercado da saúde suplementar precisa provar que tem evidência científica suficiente, apresente perfil de custo-efetividade razoável e que tem condições técnicas (profissionais) para operar o fornecimento, pois os recursos são finitos para atender uma demanda crescente da sociedade.

^