Comissão de Segurança debate roubo de cargas no Rio de Janeiro

Prática tem crescido no estado e impactado setores da indústria, serviços e consumidores

 

A Comissão de Segurança da CCI França-Brasil, com apoio da Movisafe e Antunes Advogados, promoveu uma manhã de palestras e debates sobre o tema roubo de cargas no Rio de Janeiro. O evento reuniu executivos, especialistas e autoridades da área no espaço BiblioMaison do Consulado da França no Rio, apoiador institucional da iniciativa, tendo o coordenador da Comissão, Pascal Gras, e o advogado Sérgio Antunes como mediadores.

Cyril Darneix, Chefe do Serviço Econômico do Consulado da França no Rio, abriu o evento e contextualizou o tema no âmbito das empresas francesas. “De acordo com a Firjan, foram mais de 9 mil roubos de carga em 2018 no Rio de Janeiro e mais de 2 mil nos três primeiros meses deste ano. Sabemos que essa prática tem um custo muito alto para as empresas, e que a França tem uma presença bastante ampla no Brasil, com cerca de 1000 empresas francesas instaladas no país, e aproximadamente 300 no estado do Rio”, disse.

Dividido em três painéis sob as temáticas: Situação atual do roubo de cargas no estado do Rio de Janeiro; Como combater com eficiência o roubo de cargas; e Perspectivas e novas organizações; o evento apresentou uma análise da situação atual no estado, além de promover reflexões e a troca de experiências, com espaço para interação do público presente.

“Quando criamos a Comissão o tema roubo de cargas estava entre os mais indicados por associados para discussão. Pretendemos dar continuidade a esse debate e reflexão iniciados neste primeiro encontro”, destacou Pascal Gras, coordenador da Comissão de Segurança da Câmara.

^