L’Oréal e a sustentabilidade: Grupo anuncia novas metas sustentáveis com o programa ‘L’Oréal para o futuro’

Próximos passos do Grupo têm como objetivo apoiar necessidades sociais e ambientais urgentes até 2030

 

Há alguns anos, a sustentabilidade empresarial – conjunto de ações com objetivo de inovar, produzir, desenvolver e viver de forma sustentável – é parte do coração da estratégia na L’Oréal. Em 2020, ano em que as metas estabelecidas no compromisso de sustentabilidade da Companhia, o “Sharing Beauty With All”, chegam em sua data limite, o Grupo anuncia o lançamento do novo programa “L’Oréal Para o Futuro”. Nele, foram traçadas metas ousadas para apoiar necessidades sociais e ambientais urgentes até 2030.

“A revolução sustentável da L’Oréal está entrando em uma nova era. Os desafios que o planeta está enfrentando são inéditos e é essencial acelerar nossos esforços para preservar um espaço operacional seguro para a humanidade. Fazemos essa aceleração em nossas próprias operações comerciais e em nossa contribuição para a sociedade em geral. Sabemos que os maiores desafios ainda estão por vir e a L’Oréal permanecerá fiel à sua ambição: operar dentro dos limites do ecossistema do planeta”, afirmou Jean-Paul Agon, presidente e CEO da L’Oréal.

Continue lendo a matéria para saber o progresso conquistado até 2020 e quais são as novidades para a próxima década!

O que já foi conquistado: melhora no perfil ambiental e social dos produtos, redução na emissão de CO² e ajuda a comunidades carentes fazem parte da lista

 Em 2013, o Grupo anunciou uma mudança no centro do seu negócio – o desenvolvimento de produtos de beleza – com o programa global de sustentabilidade “Sharing Beauty With All”. Por meio dele foram anunciados objetivos tangíveis de sustentabilidade para 2020, e também uma ferramenta inovadora conhecida como SPOT (Ferramenta de Otimização de Produtos Sustentável), criada para avaliar e melhorar o desempenho ambiental e social dos produtos em todas as marcas. A sustentabilidade se tornou totalmente integrada ao processo de design dos novos produtos do Grupo, desde suas etapas iniciais.

– Desde 2005, o Grupo reduziu as emissões de CO² de suas plantas e centros de distribuição em 78% em termos absolutos, excedendo a meta inicial de 60% até 2020, enquanto o volume de produção aumentou 37% no mesmo período;

– 85% dos produtos criados ou reformulados em 2019 tiveram um perfil ambiental e social aprimorado;

– Até o final de 2019, a L’Oréal ajudou 90.635 pessoas de comunidades carentes a encontrar emprego por meio dos programas de compra e inclusão solidária;

– Também no final de 2019, o Grupo tinha 35 unidades neutros em carbono (o que significa que eles usam 100% de energia renovável), incluindo 14 fábricas;

– A L’Oréal é a única empresa no mundo a alcançar a pontuação “A” em todas as três classificações do CDP (Carbon Disclosure Project) – proteção climática, gestão da água, preservação da floresta – por 4 anos seguidos.

Fase atual: lançamento do novo programa L’Oréal para o Futuro a fim de apoiar necessidades sociais e ambientais urgentes

Este ano, a Companhia lança seu novo programa de sustentabilidade “L’Oréal para o Futuro”, estabelecendo as mais recentes ambições do Grupo para 2030. No contexto de crescentes desafios ambientais e sociais, a L’Oréal está acelerando sua transformação em um modelo que respeita os limites das Fronteiras Planetárias – que são os limites do ecossistema do planeta que, se ultrapassados, comprometem a capacidade da Terra como habitat para o desenvolvimento humano – e reforça seus compromissos com a sustentabilidade e a inclusão:

Assim, foi anunciado em maio de 2020 que serão alocados € 150 milhões para tratar questões sociais e ambientais urgentes. “Na última década, transformamos profundamente nossa empresa, colocando a sustentabilidade no centro do nosso modelo de negócio. Como líder do setor, consideramos que é nosso papel contribuir para a construção de uma sociedade inclusiva e sustentável”, disse Alexandra Palt, Vice-Presidente de Sustentabilidade na L’Oréal.

Onde a L’Oréal quer chegar: metas de sustentabilidade até 2030

Cientistas concordam por unanimidade que respeitar as “fronteiras planetárias”, a capacidade da Terra como habitat,  precisa ser uma prioridade nas próximas décadas, razão pela qual o Grupo pretende operar todo seu negócio dentro dos limites do planeta. Para isso, foram definidas novas metas quantificáveis para 2030, a fim de combater as mudanças climáticas de acordo com os princípios do “Science Based Targets” – uma iniciativa criada em parceria pelo CDP, Pacto Global da ONU e a WWF para encorajar ações de mudanças climáticas ambiciosas em grandes companhias.

Ainda assim, o Grupo está indo um passo além ao abordar três outras questões ambientais importantes: preservação da biodiversidade, gestão sustentável da água e economia circular. Para garantir que o negócio respeite os recursos limitados do planeta, e que seja justo para as comunidades com as quais trabalha, a Companhia não apenas continuará a reduzir seus impactos ambientais diretos, mas também os impactos de toda sua cadeia de valor, incluindo os de seus fornecedores e consumidores.

Para definir e refinar os próximos passos de sustentabilidade do Grupo L’Oréal, foram definidos 3 grandes pilares de atuação:

1) Transformar os negócios da L’Oréal para respeitar os limites do planeta:

Clima:

 – Até 2025, todos as unidades do Grupo alcançarão a neutralidade de carbono melhorando a eficiência energética e usando 100% de energia renovável;

– Até 2030, as emissões de gases de efeito estufa no transporte dos seus produtos será reduzida em 50% em comparação com 2016.

Água:

 – Até 2030, o Grupo irá avaliar todas as suas fórmulas, graças à sua ferramenta de teste ambiental, de modo a garantir que elas respeitem o ecossistema aquático – seja continental ou costeiro;

– Em 2030, a Companhia tratará e reutilizará permanentemente 100% da água usada em seus processos industriais.

Biodiversidade:

 – Até 2030, 100% dos  ingredientes de base biológica utilizados nas fórmulas e nos materiais das embalagens serão rastreáveis e provenientes de fontes sustentáveis. Nenhum deles será relacionado com desmatamento.

Recursos:

 – Até 2030, 95% dos ingredientes usados nas fórmulas serão de base biológica, derivadas de minerais ou provenientes de economia circular;

– Até 2030, 100% dos plásticos usados nas embalagens dos produtos do Grupo serão de fontes recicladas ou de fontes renováveis (atingindo 50% da meta em 2025);

2) Empoderar o ecossistema de negócios ajudando a tornar o mundo mais sustentável

 O Grupo L’Oréal considera que é sua responsabilidade envolver consumidores, clientes, fornecedores e comunidades que trabalham de modo a tornar o mundo um lugar mais sustentável. Por isso:

– Até 2030, 100% dos Colaboradores de seus fornecedores estratégicos receberão um salário digno compatível com as suas necessidades básicas e de seus dependentes;

– Até 2030, serão ajudadas 100 mil pessoas de comunidades carentes a terem acesso a trabalho;

– Até 2030, 3 milhões de pessoas serão beneficiadas pelos programas de engajamento social das marcas do Grupo (acesso à água, acesso à educação e treinamento vocacional);

– Até 2022, será aplicado o sistema de Rotulagem de Impacto Ambiental e Social do Produto, em que cada rótulo de produtos de enxágue receberá uma pontuação de A a E, sendo o produto “A” considerado como “o melhor” em termos de impactos ambientais e sociais.

3) Contribuir para solucionar os desafios do mundo, apoiando necessidades urgentes da sociedade e do meio ambiente

 – Para apoiar mulheres vulneráveis, o Grupo está criando um fundo de doações de 50 milhões de euros que apoiará organizações de campo e instituições de caridade locais em seus esforços para: combater a pobreza, apoiar as mulheres a alcançar a integração social e profissional, fornecer assistência de emergência a refugiadas e mulheres com deficiência, prevenir a violência contra as mulheres e apoiar as vítimas;

– Até 2030, a L’Oréal terá investido 50 milhões de euros para financiar projetos de restauração de 1 milhão de hectares de ecossistemas marinhos e florestais naturais danificados, por meio do Fundo L’Oréal para a Regeneração da Natureza;

– Outros 50 milhões de euros serão direcionados ao financiamento de projetos vinculados à economia circular, de modo a acelerar iniciativas inovadoras nos campos da reciclagem e gestão de resíduos plásticos.

“Com nossos novos compromissos, estamos entrando em uma nova fase de aceleração dessa transformação: indo além do impacto ambiental direto, ajudando os consumidores a fazer escolhas mais sustentáveis, além de gerar contribuição social e ambiental positiva”, finaliza Alexandra Palt.

Para saber mais sobre os compromissos de sustentabilidade da L’Oréal, confira: https://bit.ly/2AZFPPr  

 

Fonte: L’Oréal Brasil. Foto: L’Oréal Brasil.

^