Prêmio EDF pulse anuncia vencedores da edição brasileira

Foram distribuídos R$ 100 mil aos primeiros lugares e há possibilidade de parceria

 

O Grupo EDF entregou no dia 11 dedezembro os prêmios aos três vencedores da 1ª edição do Prêmio Pulse Brasil, com foco em startups de inovação. Os projetos foram avaliados por um júri de especialistas e executivos do Grupo, e se destacaram: HVEX na categoria Smart City ; Pix Force na categoria Smart Factoryno ; Innovatus, como prêmio Special.

O júri considerou os seguintes critérios: qualidade e robustez da solução; impacto e progresso para a sociedade; sustentabilidade do modelo do negócio; e a equipe (visão, complementaridade, experiências, habilidades). Foram distribuídos R$ 100 mil aos primeiros lugares, sendo R$ 40 mil para os premiados de cada categoria e uma gratificação de R$ 20 mil para um terceiro participante Special. Além do prêmio em dinheiro, as vencedoras têm outra oportunidade: a Citelum vai avaliar uma parceria com a premiada na categoria Smart City, a HVEX, a EDF Renewables fará o mesmo com a ganhadora por Smart Factory, a Pix Force, e o Grupo EDF apoiará a implementação industrial vencedor do vencedor do Prêmio Special, a Innovatus.

O Brasil é um país estratégico para o desenvolvimento global do Grupo EDF, que pretende ampliar a interação com startups, para uma melhor compreensão de sua dinâmica de funcionamento. Líder global em energia de baixo carbono, o Grupo EDF promove o Prêmio Pulse desde 2014, com edições na França, Itália, Reino Unido e África. No Brasil, a iniciativa resultou de parceria entre as principais empresas do Grupo no país: EDF Norte Fluminense, EDF Renewables, Citelum e Framatome. O prêmio dá visibilidade a projetos inovadores alinhados à alta tecnologia para o futuro, sendo uma das principais ações mundiais da EDF. Já concorreram 1.800 startups, com 22 vencedores e mais de 50 projetos acompanhados pelo Grupo no mundo. Na primeira edição do prêmio no Brasil, cada classe somou 5 projetos finalistas. “Até o momento, o grupo já investiu cerca de R$ 60 milhões na área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) no país”, conta o CEO da Citelum, Olivier Meyrueis, representante do Prêmio EDF Pulse no Brasil.

 

Vencedor do Prêmio Smart City
A HVEX venceu o prêmio na categoria Smart City ao criar a possibilidade da gestão ativa de energia para grandes consumidores, como redes comerciais e indústrias. Tudo começou com o pedido de um cliente por uma solução que melhorasse seu consumo de energia. Dessa forma, a HVEX verificou que nenhum fornecedor oferecia as aplicações num único portfólio, o que dificultava a integração do sistema.
“Criamos o hardware (placa), com saída modular de comunicação e o software que trata as informações. Dessa forma, o cliente tem acesso a dados similares aos do consumo de internet no celular, para energia elétrica. Sabe quanto consumiu, que horas, de que forma, além de receber a indicação do melhor perfil de contrato de fornecimento para suas necessidades”, explicou Guilherme Ferraz, fundador e diretor comercial da HVEX. Esta solução tem uma complementaridade possível com as soluções já propostas pela Citelum, a empresa de iluminação pública do Grupo EDF.

 

Vencedor do Prêmio Smart Factory
A Pix Force desenvolveu uma solução baseada na visão computacional para inspeção das linhas de transmissão. Por meio de drones, as imagens são capturadas e, em seguida, processadas por algoritmos de machine learning proprietários. “Se um voo de drone tiver 5 horas de duração, uma pessoa levaria cerca de 10 horas para analisar todas as imagens. Nossos algoritmos são capazes de realizar a análise em questão de minutos, verificando itens como para-raios, isoladores e pontos quentes”, explica Vitor Tosetto, CEO da Pix Force, que lidera o ranking de visão computacional da Open100StartUps pelo segundo ano consecutivo. O objetivo da inscrição no Prêmio EDF Pulse foi a divulgação da solução, desenvolvida durante uma inspeção de torres, que é um serviço prestado sob demanda.
Vencedora na Smart Factory, a solução da Pix Force pode representar uma melhoria na eficiência e na segurança dos funcionários, como aponta o CEO da EDF Renewables, Paulo Abranches: “A inovação poderia ser aplicada a parques eólicos e usinas fotovoltaicas, mas também e, principalmente, à rede de transmissão de eletricidade pela qual a EDF Renewables é responsável”.

 

Vencedor do Prêmio Special
O prêmio Special foi concedido ao grupo de pesquisadores brasileiros da Innovatus. Eles trabalham no desenvolvimento de equipamentos com o propósito de despoluição ambiental. Assim, criaram um material cerâmico que, aquecido por micro-ondas, atinge rapidamente temperaturas muito elevadas. Esse dispositivo pode substituir com vantagens os queimadores atualmente utilizados em processos de incineração, promovendo a combustão sem a presença de chamas ou emissão de gases poluentes. A tecnologia também ganhou o Prêmio FINEP de Inovação 2012. Diretor executivo da Inovattus, José Lavaquiel explicou que o equipamento está em fase de desenvolvimento, e os testes de campo começam no início de Janeiro: “Será um produto customizado de acordo com o volume da emissão e o tipo de combustível usado. No início da comercialização, vamos produzir para termelétricas”. Com o Prêmio Pulse, o executivo quis validar a inovação, ter o “reconhecimento de uma empresa tão relevante para o setor, como o Grupo EDF”.

 

Grupo EDF:
A Electricité de France (EDF), uma das maiores empresas de eletricidade do mundo e líder em crescimento de baixo carbono, está presente no Brasil desde 1996. Por mais de duas décadas, tem contribuído para a expansão energética do país e fortaleceu sua participação no mercado brasileiro com uma equipe de alto nível, comprometida e criativa. Fundada em 1946 na França com atividades nos 5 continentes, a EDF acumula experiência em todos os segmentos do setor elétrico: geração, transmissão, distribuição, comercialização e outros serviços relacionados à eletricidade.

 

EDF Norte Fluminense
A EDF Norte Fluminense é um dos principais ativos no Brasil do grupo francês Electricité de France – EDF, um dos maiores geradores de energia elétrica do mundo, presente nos cinco continentes e campeão em crescimento com baixas emissões de carbono. Em funcionamento desde 2004, a empresa é uma plataforma de desenvolvimento para negócios de geração térmica e hídrica do Grupo EDF no Brasil. Com uma gestão eficiente, governança moderna e estrutura consolidada, a empresa assumiu um papel importante frente aos objetivos e ambições do Grupo EDF no país. O conhecimento, a capacidade de inovação e o comprometimento de suas equipes, são os alicerces do desempenho das empresas do Grupo, que oferece soluções competitivas, combinando desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente.

 

EDF Renewables
A EDF Renewables é uma empresa internacional líder em energias renováveis, com capacidade instalada bruta de 12,5 GW em todo o mundo. Seu desenvolvimento é focado principalmente em energia eólica e solar fotovoltaica. A EDF Renewables opera principalmente na Europa e na América do Norte, mas continua crescendo ao se mudar para regiões emergentes promissoras, como Brasil, China, Índia, África do Sul e Oriente Médio. A empresa tem posições fortes em energia eólica offshore, mas também em outras áreas da indústria de energias renováveis, como energia distribuída e armazenamento de energia. A EDF Renewables desenvolve, constrói, opera e mantém projetos de energias renováveis, tanto para si como para terceiros. A maioria de suas subsidiárias internacionais tem a marca EDF Renewables. A EDF Renewables é a subsidiária do Grupo EDF especializada no desenvolvimento de energia solar e eólica. No Brasil desde 2015, a EDF Renewables Brasil encontra-se entre as líderes do país no setor de energia renovável, totalizando cerca de 1GW em projetos instalados ou em construção de energia solar e eólica em Minas Gerais e na Bahia.

 

Citelum
A Citelum presta serviços especializados em instalação e gestão de iluminação e equipamentos conectados por acreditar que a luz pode criar um mundo melhor. Parte integrante do Grupo francês Citelum, o qual pertence ao Grupo EDF, oferece serviços de iluminação artística e urbana e é fundamentada em tecnologias inovadoras e sustentáveis. Atuando no mercado brasileiro desde 1999, a empresa busca ser referência em qualidade de serviço, segurança e soluções para cidades cada vez mais inteligentes, pensando a luz de forma estratégica, fomentando a segurança pública, valorizando o patrimônio cultural e promovendo a melhoria da economia local.

 

Framatome
A Framatome é um dos principais atores mundiais no setor de energia nuclear, reconhecida por suas soluções inovadoras e tecnologias com alto valor agregado para o projeto, construção, manutenção e serviços no setor nuclear, mundialmente. A Framatome projeta, fabrica e instala componentes, combustíveis e sistemas de instrumentação e controle para plantas de energia nuclear, além de oferecer uma gama completa de serviços e soluções para reatores de todas as tecnologias. Contando globalmente com 14.000 colaboradores, todos os dias a Framatome ajuda seus clientes a aumentar a segurança e performance de suas plantas nucleares e a atingir seus objetivos econômicos e sociais. A Framatome tem como acionistas o Grupo EDF (75.5%), a Misubishi Heavy Industries (MHI – 19.5%) e a Assystem (5%).

Para mais informações visite: www.edf.fr/pulse-brasil

^